Como é dormir em um barco em Maya Bay?

Olá, pessoal!

Continuando os relatos sobre as Ilhas Phi Phi, no Sul da Tailândia, chegou a vez de falar como foi uma das experiências mais incríveis que tivemos nessa viagem: o Maya Bay Sleep Aboard! Para quem nunca ouviu falar, é um passeio super disputado em um barco que sai da ilha Phi Phi Don (cais Tonsai), onde estávamos hospedadas, para Maya Bay em uma tarde, retornando ao final da manhã do dia seguinte. Você deve estar se perguntando onde as pessoas dormem. A resposta é: no próprio barco que estará atracado em meio à linda baía (Maya Bay).

Maya Bay

Maya Bay fica a cerca de uma hora de barco desde o cais Tonsai, e localiza-se na Ilha Phi Phi Leh, a segunda maior do arquipélago Phi Phi. Ela ficou mundialmente famosa após servir de cenário para o filme “A Praia” com Leonardo DiCaprio. É uma das praias mais frequentadas do país e, por isso, a maior parte dos turista não consegue vivenciar a sensação de estar no paraíso, já que a praia fica lotada de pessoas e com vários barcos atracados. A única oportunidade de desfrutar desse paraíso com menos gente é chegar bem cedinho, o que só é possível se dormir por lá, sendo que não é permitido dormir na praia, restando a opção de pernoitar em barcos.

Vi alguns longtails pernoitando, o que não deve ser muito confortável, pois são embarcações bem pequenas, como uma canoa grande, sem estrutura de banheiro e de cozinha. Só um barco grande é autorizado a comercializar a dormida na baía: o da Maya Bay Tours. A empresa disponibiliza apenas um barco por noite e, por isso, as vagas são mega disputadas. Reservamos com quase quatro meses de antecedência. Basta entrar no site, escolher o dia e pagar. O pacote saiu por 3750 Bahts (R$375), já incluindo a taxa de entrada no Parque Nacional de Maya Bay. A seguir descreverei o passeio de forma detalhada.

No dia que fizemos o passeio, eram aproximadamente 40 passageiros, cerca de 90% de brasileiros (não imaginava, mas é a consequência das indicações dos blogs de viagens), além dos tripulantes (guia, piloto, cozinheiros e ajudantes). A capacidade da embarcação deve ser para umas 100 pessoas, mas eles limitam a bem menos por questão de segurança e conforto. Esse barco tem três andares, contando com o deck superior, e um banheiro.

Barco do Maya Bay Sleepaboard

O ponto de encontro é na agência deles, a Maya Bay Sleepaboard, em Phi Phi Don às 14:30, onde as bagagens são colocadas em um depósito para serem recolhidas na manhã seguinte após o passeio. Os passageiros devem levar uma bagagem de mão com o necessário ao pernoite: trajes de banho, toalha, repelente, uma muda de roupa, necessaire, câmera, dinheiro e demais itens considerados necessários. O passeio inclui água e frutas, além do jantar, de um churrasco de frango à noite e o café da manhã, portanto não acho necessário levar comida. A bebida alcoólica eles vendem no barco.

Da agência, o grupo segue a guia até o cais (Tonsai), onde já está atracado o barco. O roteiro do passeio foi o seguinte:

  • Viking Cave (Tham Phaya Nak) – é uma caverna no meio das rochas que contornam a baía conhecida como Maya Bay, ficando distante cerca de trinta minutos do cais de partida do passeio. Elas receberam esse nome devido a pinturas encontradas em suas paredes, semelhantes a embarcações vikings. A caverna é explorada para a coleta de ninhos de um pássaro conhecido aqui no Brasil como Andorinhão (em inglês, é swiftlet), iguaria muito apreciada, principalmente, na culinária chinesa. Acredita-se que esses ninhos façam muito bem à saúde e, como todos os produtos saudáveis hoje, são bem caros, alguns mil dólares o quilo. Mas a caverna estava fechada para visitação, segundo a guia, desde o tsunami de 2004, por isso paramos rapidamente só para fotografar.
Viking Caves
  • Phi Leh Bay – a última parada antes de atracarmos em Maya Bay foi na baía Phi Leh, nosso ponto de mergulho.
    Parada em Phi Leh Bay

    Eles nos entregam máscara de mergulho e snorkel para que possamos observar a rica variedade da fauna e da flora marinhas. Fiquei impressionada com a diversidade de peixes e com o colorido dos seres marinhos!

As mergulhadoras
Mergulhando em Phi Leh Bay
Belo ser do fundo do mar

Eles deixam ainda caiaques a nossa disposição para explorar a baía, mas sem poder ir muito longe. Eles ficam amarrados na lateral do barco e isso quase resultou em tragédia. Não considero que foi culpa da empresa, visto que eles avisaram onde os caiaques estavam. Acontece que uma turista canadense foi pular do topo do barco tirando uma selfie com sua Go Pro sem olhar para baixo antes. Acabou caindo em cima de um dos caiaques, machucando o pé e perdendo a sua câmera. Foi um susto, mas tudo terminou bem e ela continuou conosco no passeio, apesar de seu pé ter ficado bem inchado e dolorido.

  • Maya Beach – uma hora e meia após deixarmos o cais de Tonsai em Phi Phi Dom, chegamos a tão esperada baía: Maya Bay! Lá, nosso barco atracou e os deslocamentos passaram a ser realizados em um barquinho. Após um lanchinho com frutas, chá e água, embarcamos nele e fomos para a famosa praia de Maya Beach.
O quarteto no barquinho indo para Maya Beach

Confesso que, olhando do barco, achamos a praia bonita, mas não entendíamos o porquê de ser tão destacada, visto que não parecia nada demais. Mas, quando chegamos à praia, entendemos tudo! A cor do mar é impressionante! Uma transparência incrível! Além disso, a paisagem composta pelo mar e as rochas do entorno é maravilhosa!

Impressionada com a cor da água
Banho delicioso em Maya Beach

Quando chegamos, a praia ainda estava cheia de turistas e de embarcações atracadas, mas foi esvaziando aos poucos. Ficamos até o final da tarde, cerca de uma hora, e depois retornamos ao nosso barco para admirar um dos mais lindos espetáculos da natureza: o pôr do sol!

Pôr do sol em Maya Bay
  • ​Nadar com os plânctons – após o jantar, vestimos os coletes de uma forma inusitada: pelas pernas! Assim, conseguíamos flutuar e colocar a cabeça na água ao mesmo tempo. Era a hora de voltar para a água e observar os plânctons, micro-organismos que ficam suspensos nos mares e invisíveis a olho nu normalmente. Porém, com o movimento, eles ficam florescentes se estiver em um ambiente totalmente escuro. Infelizmente, não tenho como mostrar para vocês, pois não sai na foto, mas é muito interessante! Mexíamos os braços e as pernas e conseguíamos vê-los brilhar!
Nadando com os plânctons
  • Bebidas e brincadeiras na praia – depois do mergulho noturno, tiramos um pouco do sal, em um “banho” de bacia, e nos arrumamos para a “festinha”. Cada um ganhou um bucket, baldinho com drink, que podia ser ou de vodka ou de rum tailandês, tendo como mistura Coca Cola ou Sprite. Em seguida, fomos de barquinho para uma praia pequenininha que estava toda iluminada com velas em papéis laminados, dando um belo charme ao lugar. Lá a guia fez brincadeiras para que o grupo se conhecesse e interagisse mais. Havia a possibilidade de comprar mais bebida em um bar que eles improvisaram na areia da praia: 100 Bahts (R$10) a cerveja e 250 Bahts (R$25) o bucket. Ficamos cerca de duas horas por lá.
Festinha na praia
Galera brincando e tomando seus drinks, com o “bar” ao fundo
Brincadeira na praia
  • Churrasco de frango – de volta ao barco, churrasco de frango e umas torradinhas nos esperavam para acompanhar a festinha que tinha hora para terminar: 23:00, momento de as pessoas irem para os seus sacos de dormir!
Churrasco de frango
  • A dormida – de barriga cheia, pegamos nossos colchonetes, travesseiros e sacos de dormir e nos apressamos para pegar nosso cantinho no disputado deck superior, pois queríamos dormir sob o céu estrelado! Ainda bem que conseguimos! Mas, para aqueles que preferem dormir em locais cobertos, têm os dois “andares” inferiores”. A noite estava belíssima e fez até um friozinho por causa do vento. O mar estava bem calmo e o barco não balançou muito. Sou bem fácil de dormir, mas confesso que não tive um sono muito relaxante. Pelo menos, tive o prazer de admirar o amanhecer naquele paraíso!
Dormida no deck do barco
  • Amanhecer em Maya Beach – a guia acordou a galera por volta das 06:30 para que todos fizessem um lanchinho rápido (chá, torradinhas e umas bananas) e partíssemos para Maya Beach cedinho, antes da chegada dos demais turistas. E valeu muito a pena! Parecia que tudo aquilo era só nosso! Aproveitamos para fazer várias fotos legais, inclusive a foto oficial do grupo!
Long tails em Maya Bay
Quarteto em Maya Bay
Grupo completo

Aproveitamos para conhecer o outro lado da praia, onde tem um mirante: ​Losama Bay! Basta uma caminhada rápida (menos de 10 minutos) para chegar lá, mas não tem muito o que ver.

Mirante em Losama Bay

Após quase uma hora na praia, tivemos que nos despedir daquele paraíso e voltar para o barco, onde um café da manhã mais caprichado, com ovos, panquequinhas, pão, café e chá, nos esperava. Em seguida, distribuíram novamente as máscaras de mergulho e o snorkel para quem quisesse dar a última mergulhada antes do retorno ao cais de Phi Phi.

Chegamos a Phi Phi às 10:00 e a guia nos levou até uma agência no cais para comprarmos a passagem (350 Bahts = R$35) do ferry das 10:30 para Krabi. Corremos até a agência para pegar nossas bagagens e retornamos para embarcar para a nossa aventura seguinte! Partimos com o coração apertado, pois amamos Phi Phi e poderíamos ficar mais um bom tempo por lá! Mas ainda tínhamos alguns destinos para conhecer!

Até a próxima!

LEIA MAIS:

18 dias em terras tailandesas, começando pelos templos de Bangkok!

Comidas de rua, comprinhas e mais um pouco de Bangkok – Tailândia

Uma tarde em Ayutthaya, a antiga capital tailandesa

Templos, muay thai e compras em Chiang Mai – Tailândia

Cuidando de elefantes em Chiang Mai – Tailândia

Phuket – primeira parada no Sul da Tailândia

Conhecendo o paraíso: Ilhas Phi Phi!

5 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s