18 DIAS PELA EUROPA: DOS PAÍSES BÁLTICOS ATÉ O OKTOBERFEST DE MUNIQUE!

Olá, pessoal! Este post é uma introdução aos relatos de uma maravilhosa viagem de 18 dias pela Europa que fiz este ano (Setembro/2015). Nele passarei algumas informações gerais sobre as opções de transporte e de hospedagem que utilizei, sobre os passeios e as baladas. Em seguida, aos poucos, publicarei uma série de artigos contando minhas aventuras mais detalhadamente, apresentando cidade por cidade. Foram 7 países e 10 cidades, algumas das quais eu já havia visitado em viagens anteriores e, por motivos especiais, resolvi retornar, e outras que eram totalmente desconhecidas para mim!

Desde que resolvi passar 3 meses em Liverpool me programei para fazer uma “Eurotrip” antes de retornar ao Brasil. O roteiro foi mudando ao longo do tempo, inclusive durante a viagem, de acordo com as pessoas que eu ia conhecendo, com os relatos que ouvia, com o preço das passagens aéreas e com a economia (libra esterlina, euro e dólar dispararam!).

O roteiro final foi o seguinte: Riga (Letônia), Vilnius (Lituânia), Varsóvia (Polônia), Cracóvia (Polônia), Breslávia (Polônia), Praga (República Tcheca), Bratislava (Eslováquia), Viena (Áustria), Salzburgo (Áustria) e Munique (Alemanha). Dentre outras coisas, foi uma viagem para mergulhar na história, conhecendo mais sobre as grandes Guerras Mundiais (Primeira e Segunda), o nazismo e o comunismo.

Mapa com o roteiro da viagem
Mapa com o roteiro da viagem

TRANSPORTE

Sempre quis conhecer os países bálticos e a Polônia, e os vôos “low cost” da Europa facilitaram a realização desse meu desejo. A Wizz air (empresa húngara) possui vôos diretos desde Liverpool até Riga com preços bem acessíveis. A desvantagem é que, assim como nas demais companhias aéreas deste tipo, a franquia de bagagem é muito pequena. Dentre todas as companhias que eu já voei, esta é a mais exigente e com a menor franquia. O valor normal da passagem (paguei £19) dá direito a embarcar com uma mochila pequena (até 42x32x25cm) como bagagem de mão. Paguei £10 para poder levar uma malinha (até 56x45x25cm) na cabine, sem direito a nenhuma bolsinha a mais.

Os valores das franquias de bagagem da Wizz air variam de acordo com a temporada e com o dia da contratação dela: se for junto com a compra da passagem; após a compra e em até 3 horas antes do vôo (online); e no aeroporto no momento do embarque. No meu caso, se eu tivesse deixado para pagar a taxa extra de bagagem depois da compra, pagaria £18 e, no embarque, pagaria £40. Portanto, é muito importante ler todas as regras antes de comprar a passagem, pois o barato pode sair caro! Fiz milagre para colocar dentro de uma malinha tudo que eu precisaria para quase 20 dias de viagem!

Minha bagagem para 18 dias de viagem! Me virei nos 30!
Minha bagagem para 18 dias de viagem! Me virei nos 30!

Além disso, nos aeroportos eles exigem que na bagagem de mão os líquidos sejam colocados em uma bolsinha transparente de ziplock. As embalagens de cada líquido não podem ser maiores que 100ml e têm que caber tudo em uma bolsinha. Isso inclui maquiagens, perfumes, sabonetes líquidos, pastas de dente, óleos, dentre outros produtos. Na hora de passar no raio X, tem que tirar da mala e passar separadamente. Eles são bem rígidos em relação a isso!

Bolsinha com líquidos para o raio-X dos aeroportos
Bolsinha com líquidos para o raio-X dos aeroportos

Ao pesquisar as opções de transporte para me deslocar entre as cidades, conclui que a melhor opção era através de ônibus. Fiquei surpresa com a qualidade e o conforto dos ônibus, além dos preços baixos. As minhas experiências anteriores na Europa com esse tipo de transporte não foram muito boas, principalmente na Inglaterra e na Alemanha. Mas, desta vez, os ônibus não deixavam nada a desejar aos aviões: ar condicionado, wifi grátis, TV individual com várias opções de entretenimento e serviço de bordo (chá, café e chocolate quente grátis). As empresas que eu utilizei foram: Ecolines, Polskibus, Student Agency, Blaguss e Flixbus. Os trechos mais baratos foram na Polônia, como, por exemplo, de Varsóvia para Cracóvia, com duração de 5 horas, por menos de £4. Fiz algumas viagens noturnas também, como de Vilnius para Varsóvia, ganhando mais tempo para aproveitar as cidades.

Ônibus da Ecolines
Ônibus da Ecolines
Interior com TVs individuais com sistema de entretenimento
Interior com TVs individuais com sistema de entretenimento

Apenas no trecho entre Viena e Salzburgo eu utilizei trem, pois não havia opção de ônibus. Através do site de busca de passagens que usei durante toda a viagem (goeuro.com), encontrei uma empresa de trem chamada Westbahn que faz o trecho de Viena (saindo apenas da Westbahnhof) para Salzburgo, de hora em hora, pela metade do preço da BB railjet (empresa oficial austríaca), €24.90, além de ser possível comprar a passagem dentro do trem pelo mesmo preço da compra antecipada. Nos guichês de venda de passagens na estação eles não oferecem esta opção, só vendem a passagem da BB railjet (€58).

Após uma viagem tão intensa, divertida, mas cansativa, retornei para Liverpool, saindo de Munique, em um vôo super confortável da Singapore airways, com direito à TV e refeição. Um luxo, se comparado aos vôos low cost! Foi mais caro (£90), mas um conforto mais que merecido!

HOSPEDAGEM

Uma das coisas que mais me encanta em viajar é conhecer novas pessoas e novas culturas, por isso, sempre que viajo sozinha opto por me hospedar em hostels (albergues). Utilizo sempre o site hostelworld.com, pois ele apresenta várias opções, com preços e localizações diversas, além de mostrar a classificação de cada hostel, de acordo com a avaliação de outros hóspedes. Fiquei hospedada em hostels de diversos tipos: de balada, familiares, simples e luxuosos. É uma opção boa e barata para viajar, mas não é para qualquer tipo de pessoa, só para quem gosta mesmo!

 

PASSEIOS E VIDA NOTURNA

Quem leu minhas postagens anteriores já percebeu que minha forma de fazer turismo é batendo muita perna! E isso foi o que eu mais fiz nessa viagem. Andei muito! Como tenho feito nas minhas últimas viagens, não estudei as cidades antes de visitá-las. Minha estratégia foi chegar à cidade, pegar dicas com os recepcionistas dos hostels, ir aos Centros de Informação Turística e fazer “free walking tours”. Esses últimos são passeios guiados gratuitos a pé, bem mais descontraídos que os convencionais, cujos guias, em sua maioria, são jovens estudantes que trabalham em troca de gorjetas. O ideal é fazer um desses passeios no primeiro dia para conhecer os principais pontos turísticos e, em seguida, desbravar as cidades por conta própria com um mapa na mão (mais meu estilo) ou com aplicativos de viagens, como o Trip advisor e o Triposo. São diversas empresas que organizam os “free walking tours” e variam de cidade para cidade, sendo uma das mais famosas a Sandemans. Basta perguntar no hostel ou no Centro de Informações Turísticas que eles informam os horários e os pontos de encontro.

Eu caminhava tanto pelo dia que, na maioria dos dias, não restavam forças para balada. Mas eu tentei sair, pelo menos, uma noite em cada cidade, nem que fosse para um barzinho. Para quem viaja sozinha, a melhor opção de balada é fazer um “pub crawl”, que é um tour com grupos de turistas, geralmente hóspedes de hostels, que passa por alguns bares, onde os participantes recebem uma bebida grátis (normalmente, shots), e que termina em alguma balada. Normalmente, as empresas que organizam os “free walking tours” também fazem “pub crawls”, mas alguns hostels, principalmente os mais badalados, possuem o seu próprio tour. Os preços ficam em torno de €10, o que inclui a entrada na balada final. O público é bem variado, mas normalmente são jovens. Mas guardei minhas forças para a balada final: Oktoberfest de Munique!

 

Bom, já deu para ter uma visão geral da minha trip, mas acompanhe as postagens seguintes para ver os detalhes e conhecer um pouco desses maravilhosos lugares que visitei!

 

 

SITES ÚTEIS:

https://wizzair.com/en-GB/FlightSearch

http://ecolines.net/en/

http://www.polskibus.com/en

http://www.studentagencybus.com/

http://www.blaguss.at/en

https://www.flixbus.com/

https://westbahn.at/

http://www.goeuro.com/

http://www.hostelworld.com/

http://www.tripadvisor.com.br/

https://www.triposo.com/

http://www.neweuropetours.eu/

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s