“Re-explorando” Madrid – Espanha

postal-madri-frente postal-madri-verso

Olá, pessoal!

Chegou a vez de escrever sobre a minha viagem à Espanha em 2014. Fui para o casamento de uma amiga em Gijón e aproveitei para dar uma voltinha pelo país. Nessa mesma viagem, fui conhecer a Suíça, mas essa história contarei depois.

As cidades espanholas que visitei foram Madrid, Segóvia, Gijón e San Sebastián. Com exceção da capital, que já havia visitado em 2006, as demais eram novidade para mim e amei! Falarei de cada uma em um post diferente.

No inverno de 2006, fiz a minha primeira visita a Madrid no final de um mochilão de quase 30 dias pela Europa na companhia de duas amigas: Mari e Manú. Nessa oportunidade, chegamos à cidade de trem, após 9 horas de uma viagem mega desconfortável (saí de Barcelona) e fomos recebidas pela querida Elizabeth (Chiquita). Acredito que o frio e o cansaço não me deixaram enxergar o quão legal era Madrid e não saí com uma boa impressão da cidade. Ainda retornei um mês depois, mas foi tão corrido que não deu para mudar a imagem que fiquei de Madrid.

Parceiras de mochilão e Chiquita bebendo sangria em Madrid (janeiro de 2016)
Parceiras de mochilão e Chiquita bebendo sangria em Madrid (janeiro de 2016)

E foi na primavera de 2014 que acabei com a má impressão que tinha e me encantei por Madrid! Após uma viagem em um voo pinga-pinga (Maceió – Salvador – São Paulo – Madrid) da Gol de quase 24hs, fui, mais uma vez, recebida pela minha amiga espanhola Elizabeth (“Chiquita”) e seu namorado, Pablo, no aeroporto e eles me levaram para a casa deles, onde fiquei hospedada. Na última noite, como eles iam receber visita, fui para o U Hostels, um albergue de luxo sensacional, com boa localização, estrutura de bar, boate, cafeteria, sala de vídeo e quartos lindos e confortáveis!

Quarto do U-Hostel
Quarto do U-Hostel
Banheiros do U-Hostel
Banheiros do U-Hostel

Graças a eles e a minha amiga Fernanda que, é brasileira, mas vive em Madrid há muitos anos, conheci a Madrid dos nativos, mas também visitei alguns locais turísticos. Tentarei relatar aqui as maravilhas de Madrid, pena que não tem como transmitir a vocês o sabor das deliciosas comidas que provei, terão que se contentar com as fotos!

PONTOS TURÍSTICOS

Mantendo meu estilo de viagem, gastei muita sola de sapato caminhando pela cidade, escolhendo, inclusive, para o primeiro dia, um free walking tour. Escolhi o do Sandeman’s, pois tinha boas experiências anteriores com essa empresa. Foram 3 horas de um passeio bem descontraído, começando pela Plaza Mayor, de onde caminhamos, com umas paradas intermediárias, até o Palácio Real, terminando na praça do metrô Opera, com um pit stop em um pub. Como o nome diz, é um passeio guiado gratuito e, ao final, a pessoa remunera o guia com o valor que achar justo. Os demais pontos turísticos fui por conta própria ou acompanhada dos meus amigos.

  • Plaza Mayor – é a principal praça da cidade e de grande importância histórica, tendo sido palco de comércios, Inquisições, touradas, dentre outros eventos da história espanhola.
Plaza Mayor
Plaza Mayor
 Início do free walking tour
Início do free walking tour
  • Palácio Real – é a residência oficial do rei da Espanha e é o maior palácio da Europa em área construída. É possível visitar o interior do palácio (visita paga) e os jardins reais (grátis).
Palácio Real
Palácio Real
Palácio Real
Palácio Real
Jardins reais
Jardins reais
  • Catedral de Santa Maria a Real de Almudena – fica ao lado do Palácio Real e a entrada é gratuita. É possível subir na cúpula (das 10:00 às 14:30, menos aos domingos).
Fachada Catedral de Almudena
Fachada Catedral de Almudena
Catedral por dentro
Catedral por dentro
  • Templo de Debod – um monumento egípcio, presente do Egito para a Espanha em agradecimento pela ajuda no salvamento dos templos da Núbia, que serve de mirante para observar a Catedral e o Palácio Real. O acesso é gratuito.
Templo de Debod
Templo de Debod
Vista do Palácio e da Catedral a partir do Templo Debod
Vista do Palácio e da Catedral a partir do Templo Debod
  • Praça de Espanha – praça que fica perto do Palácio Real e onde fica o Monumento Cervantes, em homenagem ao famoso escritor espanhol, Miguel de Cervantes.
Monumento Cervantes
Monumento Cervantes
 Monumento Cervantes - Dom Quixote e Sancho Pança
Monumento Cervantes – Dom Quixote e Sancho Pança
  • Porta do Sol – um dos locais mais visitados da cidade e local das principais manifestações, inclusive eu presenciei uma delas. Ela também é muito procurada por aqueles que querem fotografar a escultura do “Urso e o Medronheiro“, muitas dessas pessoas tiram as fotos sem entender o significado. E eu era uma dessas, até que aprendi no free walking tour que não é um urso e sim uma ursa, em referência à constelação Ursa Maior, e que representa o domínio da Igreja (patas traseiras da ursa) sobre as terras e do Estado sobre a caça e a madeira(patas dianteiras sobre o pé de medronheiro);
Manifestação Porta do Sol
Manifestação Porta do Sol
O Urso e o Medronheiro na Porta do Sol
O Urso e o Medronheiro na Porta do Sol
  • Praça de Cibeles – fica na interseção de três grandes vias, sendo o limite entre os bairros Centro, Retiro e Salamanca. Em seu centro fica a Fonte de Cibeles e em cada uma de suas extremidades ficam prédios famosos, como o Palácio de Cibeles (Palácio das Comunicações), sede da Prefeitura de Madrid. Lá tem um terminal de ônibus, com ônibus noturno, que acaba sendo uma alternativa na madrugada, pois o metrô fecha 1:30.
Praça de Cibeles
Praça de Cibeles e a sede da prefeitura (Palácio Cibeles – das Comunicações)
  • Museu do Prado – é um dos museus mais famosos do mundo e é imenso! Para os amantes da arte e que gostam de ficar admirando as obras, um dia é muito pouco. Apesar de gostar de obra de arte, não sou daquelas que passa horas em um museu, por isso, resolvi ir no horário entre 18:00 e 20:00 que tem entrada é gratuita (pelo menos era em 2014).
 Museu do Prado
Museu do Prado
 Museu do Prado
Museu do Prado
  • Parque do Retiro – ele é o parque da cidade de Madrid, também conhecido como jardins do Bom Retiro. Meu favorito! Ele é lindo e estava lotado, todos querendo curtir o calor. Ele tem um lago maravilhoso, onde as pessoas podem alugar barquinhos e ficar remando. Tem um Palácio de Cristal, vários jardins, incluindo uma plantação de rosas, praças, fontes e monumentos. Vale muito a pena!
Lago no Parque do Retiro
Lago no Parque do Retiro
Plantação de rosas no Parque do Retiro
Plantação de rosas no Parque do Retiro
Palácio de Cristal do Parque do Retiro
Palácio de Cristal do Parque do Retiro
  • Parque Juan Carlos I – fica mais afastado do centro turístico de Madrid. Fica em uma área residencial, onde morava a minha amiga que me hospedou. Ele é lindo e bem grande! Tem várias ciclovias, áreas para caminhadas, pic-nic, patins e até lago para pesca.
Ciclovia Parque Juan Carlos I
Ciclovia Parque Juan Carlos I
Lago para pesca no Parque Juan Carlos I
Lago para pesca no Parque Juan Carlos I
  • Compras na rua Fuencarral e na Gran Via – os amantes de compras têm que bater pernas por essas vias, repletas de lojas, tais como Pimkie, H&M, Zara e a Lefties, que é tipo o outlook da Zara e fica ao lado da própria! Pense numa maravilha! Muita coisa legal por preços ótimos. Por sinal, a Zara em Madrid também tem ótimos preços.

COMES E BEBES

Também tive maravilhosas experiências gastronômicas em Madrid, já a vida noturna, porém, foi um pouco decepcionante. Mas, segundo minha amiga que mora lá, foi por causa do feriado e do calor, já que a galera de Madrid corre para as praias.

  • Mercado San Miguel – um lugar maravilhoso com várias tendas de comida e bebida, a maioria tapas (porções pequenas), com várias pessoas comendo no balcão, nas poucas mesas espalhadas pelo mercado ou na calçada do lado de fora. Aproveitei para tomar uma caña (é como um chop garotinho) com tapas, escolhi uma tortilla espanhola e uma tapa de queijo, tudo vem com pão. Estava uma delícia! Mas o mercado é um pouco caro, já que é possível comer as mesmas coisas em outros lugares por preços mais baixos, sendo que o clima deste lugar é único, por isso vale a pena pagar um pouco mais.
Mercado de San Miguel
Mercado de San Miguel
Mercado de San Miguel por dentro
Mercado de San Miguel por dentro
Mercado de San Miguel - frutos do mar
Mercado de San Miguel – frutos do mar
Mercado de San Miguel - vitrine de tapas
Mercado de San Miguel – vitrine de tapas
Mercado de San Miguel - cañas com tapas
Mercado de San Miguel – cañas com tapas
  • Plaza Dos de Mayo – alguns barzinhos possuem uma terraza (as mesinhas dos bares que ficam no lado de fora), mas fecham cedo. Encontramos um bar/café onde eles oferecem uma série de jogos de tabuleiro para a galera se divertir enquanto bebem.
Bar/Café com jogos de tabuleiro
Bar/Café com jogos de tabuleiro
  • Papizza na Gran Via – uma rede de pizza que tem pela cidade, com pizzas sicilianas e romanas, além de pizza no cone.
  • Bebola tapas y Mas –  fica em Rivas, um povoado de Madrid, sendo que mais afastado do centro, onde uma amiga de Chiquita mora. Lá provei uma bebida típica: o tinto de verano, vinho tinto com limão, sendo que lá era um pouco diferente, já que colocavam um creme de limão, como um sorvete no topo, por isso chamavam de Distinto de Verano. Pedimos várias comidinhas, uma delas foi o caneloni de rabo de touro, uma delícia!
Distinto de verano
Distinto de verano
  • Tapas tour – é um dos passeios oferecidos pela Sandeman’s, mas que não é gratuito. O ponto de encontro foi na estação de metrô Chueca, de onde começamos o tour, de bar em bar. O primeiro bar foi a sideria asturiana (Às de Copas), onde provamos a Sidra no estilo asturiano com umas tapas. A Sidra eles servem de uma forma diferente, colocam a garrafa em cima e o copo embaixo, miram e derrubam a sidra no copo, de modo a ficar bem aerado. O lance é tomar logo de virote para o ar não sair. Em seguida fomos para um bar chamado Museo del Jamon, com caña baratinha, presunto (Jamon) e uns sanduichinhos de mortadela. Partimos então para o ultimo bar, onde nos deram um montão de tapas: batatas, croquetes, pão com mortadela…
Sidra servida no estilo asturiano no As de Copas
Sidra servida no estilo asturiano no Às de Copas
Galera do Tapas Tour no último bar
Galera do Tapas Tour no último bar
  • Malasaña – fui para um pub nessa região, o La Via Lactea, conhecida por ser uma área mais alternativa e que é bem legal.
Pub La Via Lactea
Pub La Via Lactea
  • Cerveceria Cruz – Bairro La Latina –  fui convidada pela minha amiga Fernanda para me juntar a ela e a suas amigas para sairmos de “ruta”, como elas chamam de bar em bar, pelo bairro. A Cerveceria Cruz foi a primeira e melhor parada, é um boteco onde comemos no balcão. Pedimos várias comidas diferentes: zamburiñas (parecem ostras gratinadas, mas não são); navajas(mexilhões); chipirones (lulinhas). Tudo regado a umas cañas. Depois fomos para algumas terrazas pelo bairro, já que o tempo estava bem agradável.
Parceiras de "ruta" - Cerveceria Cruz
Parceiras de “ruta” – Cerveceria Cruz
Zamburiñas
Zamburiñas
Navajas
Navajas
Chipirones
Chipirones
  • Pubcrawl do Sandeman’s–  Apesar de ser sábado a noite, a cidade estava meio parada, por causa do feriadão. Resultado: pub Crawl cancelado por falta de quórum. Eles nos colocaram para dentro do Commo bar e nos deram uma cerveja de brinde para compensar e nos deixaram usar o ingresso outro dia, mas deu no mesmo na minha segunda tentativa;
  • Pubcrawl do U Hostel – esse sim foi animado e com uma galera grande: brasileiros, canadenses, argentinos e até Tahitianos! Começou na boate do U-Hostel, a Meet me, onde eles faziam uma bebidas em um aquário de peixe, eram 3 litros por 15 euros. De lá, partimos em direção ao bairro de Malasañas, região alternativa de Madrid, onde seria feito todo o pub crawl daquela noite. A segunda parada foi no “Bar Madrid me Mata“, em cada bar eles nos davam um chupito de Tequila. Continuamos pelo mesmo bairro e fomos para a terceira parada, o Penta Bar, com música legal e muita gente. Como ultima parada, o guia nos levou para o Taboó, balada estranha, com música eletrônica, mas que estava vazia. Fomos reclamar e ele nos levou para o El Barco (6 euros, com uma cerveja inclusa), que estava lotado e que tocava um pop rock bem legal.
Aquário de Sex on The Beach na Meet Me
Aquário de Sex on The Beach na Meet Me
  • La Mazeta – bar bem descontraído onde a Fernanda, minha amiga, trabalha no bairro de La Latina.
  • Rua de Las Huertas – famosa pelos barzinhos e pelas baladas, mas estava vazia.

Como vocês podem ver, aproveitei bastante minha estadia em Madrid!

Até a próxima!

SITE ÚTIL:

http://www.esmadrid.com/pt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s