Marselha (França) e o belíssimo Arquipélago Frioul!

Olá, pessoal!

Seguindo nosso tour pela França (julho de 2010), chegou a vez de Marselha (Marseillle), nossa última parada no país. Apesar de ser uma cidade litorânea, banhada pelo Mar Mediterrâneo, não faz parte da famosa Côte d’Azur ou Riviera Francesa. É uma cidade grande, a segunda mais populosa do país, mas não é por isso que não possui belezas naturais.

Foi uma passagem rápida, menos de dois dias, mas deu para conhecer um pouquinho da cidade. Chegamos de trem (€26), saindo de Cannes, após duas horas de mais uma belíssima viagem margeando o Mar Mediterrâneo na Côte D’azur, passando, inclusive pelo balneário de St. Tropez. Na Estação de Trem, pegamos o metrô até o Hotel Maison Montgrand no Porto Velho. O hotel é muito bem localizado e a diária do quarto duplo custou €54.

Passeamos pelo Porto Velho, repleto de restaurantes, a noite, onde jantamos em uma pizzaria. Pretendíamos ficar mais, mas os restaurantes fechavam às 23:00.

Para quem, como nós, tem pouco tempo para explorar a cidade, recomendo fazer o passeio de trenzinho turístico (The Marseilles fun train). Eles oferecem três circuitos, todos partindo do Porto Velho, que é o primeiro circuito, os outros dois são o da Basílica Nossa Senhora de La Garde e o das Ilhas Frioul.

Trenzinho turístico de Marselha

Fizemos o circuito da Igreja, que  nos custou apenas €7 e vai pela orla, passando pelos fortes, pelo Palácio Pharo, pela Abadia St. Victor, pela Ponte Fausse Monnaie e pelo porto de pescadores (Vallon des Auffes). Mas ele só parou na belíssima Basílica Nossa Senhora de La Garde (igreja linda!), que fica no alto de um morro (162m), com uma imensa imagem da Nossa Senhora abençoando toda a cidade. Lá eles param para que possamos visitar o interior da igreja e tirar fotos panorâmicas da cidade.

Basílica Nossa Senhora de La Garde
Igreja Nossa Senhora de La Garde por dentro
Vista panorâmica de Marselha a partir da Igreja Nossa Senhora de La Garde

Outra famosa igreja da cidade é a Catedral de Marselha (Catedral de Santa Maria Maior), em estilo Bizantino. Ela é muito linda e fica junto do porto. O ângulo da foto tirada de quem chega de barco no porto é bem legal! Pena que o entorno estava em obra!

Catedral de Marselha

Adoramos a cidade, mas queríamos praia!

Resolvemos fazer o passeio de barco para o Arquipélago Frioul com o Frioul If Express, saindo do  Porto Velho, que custou €10. Tentamos ir para o Chateau d’If, castelo do filme Conde de Monte Cristo, mas não conseguimos, pois estava ventando muito.O arquipélago, que também é um Parque Nacional, é composto por 4 ilhas: Pomègues, Ratonneau, If e Tiboulen.

No  século XVI os franceses construíram fortes pelo arquipélago, os quais, posteriormente, foram transformados em presídios, como foi o caso do Castelo de If, imortalizado no filme Conde de Monte Cristo. No final do século XIX foi aberto ao público.

Barco do Frioul If Express
Chateau d’If

Após 30 minutos de viagem, chegamos ao Porto de Frioul que é bem bonitinho e repleto de restaurantes.

Mapa do Arquipélago Frioul
Porto de Frioul
Orla do Porto de Frioul

Passamos o dia passeando pela Ilha Rotonneau. Primeiro paramos na Praia Calanque de Morgiret, a alguns minutos de caminhada do porto, que é muito linda, toda de pedrinha e com água gelada (eu amo água fria!). Aproveitamos para relaxar e nos bronzear. Fui pesquisar e descobri que “calanques” são acidentes geográficos no Mar Mediterrâneo, podendo ter forma de angra, enseada ou baía, compostos por minerais. Portanto, o nome daquela praia é Baía de Morgiret. O arquipélago possui ainda algumas praias de areia.

Chegando à Baía de Morgiret
Selfie na prainha da Baía de Morgiret
Um delicioso mergulho na água gelada!
Tomando um bronze na praia da baía de Morgiret com mommys

Após o relax, saímos explorando um pouco mais as ilhas, tirando fotos com as paisagens e acabamos encontrando um antigo Farol.

Posando com o Mar Mediterrâneo ao fundo
Farol de uma das Ilhas

Bom, pelo que vocês viram, até que conseguimos conhecer vários lugares, apesar do pouco tempo que passamos em Marseille. Fechamos nosso tour pela Côte d’Azur com chave de ouro! A cidade, que só entrou no roteiro porque ficava mais fácil ir de lá para Barcelona em ônibus noturno (da Eurolines e pagamos €44 na passagem cada), acabou nos encantando!

Até a próxima!

SITE ÚTIL:

MARSEILLE TOURISME

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s