Explorando a Ilha do Mel – Paraná

Olá, pessoal!

Comecei o ano de 2019 explorando um pouco do litoral do sul do país. Primeiro fui para Florianópolis e Praia do Rosa, em Santa Catarina, como já relatei em posts anteriores, e, em seguida, para Ilha do Mel no Paraná.

Após passar quatro horas e meia em um ônibus noturno da Viação Catarinense (R$82,84) de Florianópolis para Curitiba, cheguei à Rodoviária da capital paranaense e fui até o terminal de trem da Serra Verde Express, que fica em frente à rodoviária. Como eu já havia comprado a passagem de trem para Morretes (R$119,00 no vagão para turistas) pela internet, não precisei enfrentar fila alguma e fui direto para a sala de embarque.

Sala de embarque Serra Verde Express

O trem saiu às 08:30 e, ao longo das quatro horas de passeio, enquanto admirávamos as belezas da paisagem da Serra do Mar, o guia ia contando um pouco da história da ferrovia e nos mostrando os rios, as cascatas e os cânions do caminho.

Trem para Morretes
Vagão turístico do trem para Morretes
Trem passando pela Serra do Mar
Uma das lindas paisagens da Serra do Mar
Cachoeiras nos canions da Serra do Mar
Construção abandonada da antiga ferrovia

É um passeio bem bonito, mas confesso que achei um pouco entediante, já que é bem demorado e o trem vai bem devagar. E ainda dei sorte que não houve nenhum problema na ferrovia (o que é bem comum) e o passeio acabou na hora programada. A passagem inclui um kit lanche com um copo de água, uma barrinha de cereal e uma bolachinha.

Kit de lanche do passeio de trem para Morretes

Infelizmente, não deu tempo de conhecer a cidade de Morretes e nem de provar o famoso “barreado”. Isso porque o ônibus para Paranaguá partia às 12:45 da rodoviária, a cinco minutos de caminhada da Estação de Trem de Morretes, e, se eu perdesse esse, teria que esperar mais duas horas e acabaria chegando muito tarde ao meu destino final: a Ilha do Mel. O ônibus custou R$6,45 e a viagem durou uma hora e quinze minutos.

Rodoviária de Morretes
Ônibus para Paranaguá

Em Paranaguá, caminhei da rodoviária até as margens do canal de onde parte barco para a Ilha do Mel. Não chega a 10 minutos de caminhada, mas tive que pedir informações sobre o local de partida do barco, já que não existia sinalização alguma. Ao chegar ao local indicado, fiquei em dúvida se era ali mesmo, pois o stand estava fechado, mas disseram que era só esperar que às 15:00 o barco chegaria. Foi o que fiz e deu certo. No horário marcado ele atracou, embarcamos e seguimos viagem.

Stand de vendas de passagens para a Ilha do Mel
Barco de Paranaguá para a Ilha do Mel

A Ilha do Mel faz parte ao município de Paranaguá e é uma área de preservação administrada pela IAP (Instituto Ambiental do Paraná). Como forma de preservar o meio ambiente, não é permitida a circulação de veículos e o número de visitantes é limitado a 5000 pessoas por dia, apesar de que, pelo fato de embarcações particulares poderem atracar na ilha, esse controle não é muito fácil. Ao longo dos 25km de praias, são distribuídas algumas vilas, cujas principais são Encantadas e Nova Brasília, onde atracam os barcos de passageiros. 

A viagem de barco partindo de Paranaguá até Encantadas, meu destino final, dura aproximadamente uma hora e meia, com uma parada no cais da vila de Nova Brasília, porém dei sorte por não ter nenhum passageiro para esta vila e o barco acabou indo direto para meu destino final, reduzindo em meia hora o tempo de viagem.

Cais na Vila Encantadas

Fiquei hospedada na Pousada Paraíso dos Golfinhos, na vila de Encantadas, acomodação que encontrei no Airbnb. Como fiz a reserva de última hora, não havia muitas opções com preços acessíveis, mas achei que o custo-benefício dessa pousada foi bem legal. Paguei R$337,00 por duas diárias em um quarto com cama de casal e uma beliche, banheiro privativo e ventilador, incluindo um café da manhã maravilhoso preparado com muito carinho pela proprietária da pousada.  É tudo bem simples, como a maior parte das acomodações da Ilha, mas é confortável e bem limpa, além de ter uma maravilhosa localização.

Pousada Paraíso dos Golfinhos
Meu quarto na pousada Paraíso dos Golfinhos

Já que não existem carros na Ilha, o deslocamento é feito a pé, de bicicleta ou de barco. Eu fiz tudo a pé. Em um só dia caminhei mais de 30km ao longo das praias. Apesar da distância, foi uma caminhada bem agradável, graças à beleza e à diversidade das paisagens. Curtam um pouco do que encontrei:

  • Prainha das Encantadas

É a praia que fica junto ao cais da Vila de Encantadas e foi onde me hospedei. A beira mar é repleta de mercadinhos e restaurantes e, nas transversais, é possível encontrar ainda lanchonetes e bares. Foi nessa praia que tive o prazer de presenciar um lindo espetáculo do pôr do sol sentada em um dos restaurantes.

Prainha das Encantadas
Pôr do sol na Prainha de Encantadas
  • Gruta das Encantadas e Praia de Fora das Encantadas

A Gruta das Encantadas fica bem pertinho da pousada em que me hospedei, apenas 10 minutos de caminhada por uma trilha leva, sendo uma parte pelas agradáveis e sombreadas ruazinhas da vila.

Rua da vila das Encantadas
Caminho para a Gruta das Encantadas

O interior da Gruta não tem nada demais, apenas um pequeno pedaço de areia rodeado por rochas, e só pode ser acessado na maré baixa. Todavia, a vista a partir do seu interior para o exterior e a abertura no rochedo proporcionam belas imagens, as quais são famosos cartões-postais da Ilha.

Interior da Gruta das Encantadas

 

Vista da praia a partir do interior da Gruta das Encantadas
A Gruta vista de fora

A gruta fica encravada em uma formação rochosa da Praia de Fora das Encantadas, uma prainha bem pequena e com mar bem agitado.

Praia de Fora das Encantadas
  • Praia do Miguel e Praia Grande

Seguindo a caminhada na direção Norte, atravessando o Morro do Sabão por uma trilha curta e sinalizada, chega-se a uma extensa faixa de praia com mar agitado e de águas claras: a Praia do Miguel.

Trilha no Morro do Sabão
Praia do Miguel vista do Morro do Sabão
Praia do Miguel de pertinho

Um pouco adiante, onde tem uma concentração de rochas na beira mar, fica a Praia Grande, tão tranquila quanto a anterior, já que não é muito frequentada por turistas.

Praia Grande
  • Farol das Conchas

Após a Praia Grande, comecei a caminhada em direção ao Farol das Conchas, passando por uma trilha que passa pela Vila do Farol, contornando um morro até chegar à Praia do Farol, caminho muito bem sinalizado.

Trilha que começa na Praia Grande e vai em direção ao Farol das Conchas
Praia do Farol

Finalmente, cheguei ao morro onde fica o Farol das Conchas, mas me deparei com uma mega escadaria! Respirei fundo e segui, o que valeu muito a pena, pois a vista lá de cima é panorâmica e maravilhosa!

Escadaria para o Farol das Conchas
Olha ele aí: o Farol das Conchas!
Vista panorâmica a partir do Farol
  • Praia das Conchas

Pelo fácil acesso a partir das vilas do Farol e de Nova Brasília, a Praia das Conchas, que fica logo após o Farol, possui um movimento maior de pessoas e um mar de águas mais calmas.

Descida do Farol e Praia das Conchas

 

Praia das Conchas

É uma praia bem extensa (achei que não ia acabar nunca!) e o sol estava tão forte que não resisti e parei para um mergulho. Que água maravilhosa! Muito refrescante!

Mergulho na Praia das Conchas

A partir do final da Praia das Conchas, a paisagem foi mudando bastante e foi ficando bem exótica, com uma mistura de cores que me encantou.

Paisagem cheia de cores ao final da Praia das Conchas
  • Praia da Fortaleza

Por estar mais distantes das vilas, a Praia da Fortaleza é menos frequentada e é separada do resto da ilha por um istmo.

Istmo que separa a Praia da Fortaleza do restante da ilha

A praia recebe esse nome por sediar a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, construção portuguesa da segunda metade do séc. XVIII.  A entrada na fortaleza é gratuita e lá é possível ver canhões e ter uma noção de como ela era antigamente. Algumas salas estavam sendo usadas para expor belas obras fotográficas.

Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres
Canhões da Fortaleza
Torres de observação da fortaleza
Exposição de fotos dentro da fortaleza
Acesso para a fortaleza

Mesmo já estando bastante afastada da Vila de Encantadas de onde parti, resolvi continuar a caminhar para conhecer um pouco mais das belezas da Ilha. A partir da Fortaleza, as praias foram ficando desertas, a cor do mar do foi ficando escura e a vegetação de restinga foi ficando diferente. É a região da Estação Ecológica, com uma rica variedade de flora e fauna.

Praia depois da Fortaleza

Fiquei encantada com a paisagem e mais quando vi as aves mergulhando para pescar seus alimentos. Fui atá a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeree resolvi voltar.

Vegetação de praia

Ponto final da caminhada: Torre da MarinhaNa volta, já na Vila do Farol, resolvi parar no restaurante da Pousada Astral da Ilha para repor as energias com a premiada cerveja artesanal que eles fabricam.

Repondo as energias com a cerveja Astral da Ilha

Conclui a caminhada que totalizou cerca de 32km em aproximadamente nove horas. Foi cansativa, mas o prazer foi bem maior. Ainda sobrou um pouco de energia para dar uma voltinha pela vila das Encantadas e jantar uma deliciosa pizza no Restaurante e Pizzaria Luz Verde na beira mar, que em algumas noites tem música ao vivo.

Restaurante e Pizzaria Luz Verde
Pizza na Luz Verde

Voltei para Curitiba pelo caminho mais curto:  30 minutos de barco de Encantadas para Pontal do Sul (R$15,00), seguido de duas horas de ônibus de Pontal do Sul até a Rodoviária de Curitiba com a Empresa Graciosa (R$43,36).

Essa breve passagem pela Ilha do Mel me deixou com vontade de quero mais! Quero voltar para dar a volta completa na Ilha, mas a ideia é fazer de bicicleta (é possível alugar na ilha). Espero que tenham curtido meu relato!

Até a próxima!

LEIA MAIS:

Dois dias em Florianópolis – SC, incluindo Ilha do Campeche!

As belezas naturais da Praia do Rosa – SC e seu entorno

Comidas, festas e acomodação na Praia do Rosa – SC!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s