De volta a Praga! Agora no verão!

Postal Praga_frente Postal Praga_verso

Oi, pessoal! Hoje vou falar um pouco da minha viagem à Praga, capital da República Tcheca. Essa foi a minha segunda visita à cidade. Há quase 10 anos, no auge do inverno de 2006, estive lá pela primeira vez. Fazia muito frio e estava nevando, fazendo Praga parecer uma cidade de contos de fadas. Dessa vez, peguei o fim do verão e uma semana com temperaturas altas, pense no calor! Como já conhecia os principais pontos turísticos da cidade, dessa vez eu queria mesmo conhecer a vida noturna de Praga e degustar suas cervejas! As companhias ajudaram bastante, pois os quatro amigos de Carina de Floripa que havíamos encontrado em Cracóvia se juntaram a nós e foi pura diversão! Infelizmente o roteiro do Mauro em Praga não coincidiu com o nosso.

Após cinco horas de viagem de ônibus à noite, Mauro, Carina e eu chegamos à estação de ônibus de Praga(1), às 5:30 da manhã e encontramos o primeiro obstáculo: o metrô só aceita moeda local e não tinha lugar para trocar dinheiro. Nossa salvação foi Carina, que, prevenida como só ela, já tinha moeda local e nos emprestou. Só precisei trocar, pois, para dificultar ainda mais, a máquina só aceitava moedas e ela só tinha notas. Carina e eu tivemos que nos separar do Mauro no metrô, pois o hostel dele não era o mesmo do nosso. Descemos na estação Karlovo náměstí(2) e caminhamos menos de 5 minutos até o nosso maravilhoso hostel Mosaic House(3) (€18,75 a diária no dormitório para 6 pessoas). Parecia um hotel de luxo! O banheiro do quarto era sensacional! O hostel é gigante e tem até uma balada dentro. Como estava muito cedo, guardamos as malas e tiramos um cochilo na sala de estar. Os meninos de Floripa chegaram um pouco depois. Às 10:00 liberaram nosso quarto e nos arrumamos para sair.

Mosaic House o melhor hostel de toda a viagem! Mega recomendo!
Mosaic House o melhor hostel de toda a viagem! Mega recomendo!

Fizemos o walking tour organizado pelo Hostel, com saída às 10:30. Não curti muito não, mas foi bom porque o guia nos levou para alguns lugares que não havia ido da outra vez como alguns parques e o Lennon Wall(4), um muro em homenagem ao ex-Beatles, John Lennon, onde latas de spray são deixadas para que as pessoas possam registrar sua homenagem ao falecido músico. Também foi bom para saber um pouco da história da cidade, já que da primeira vez que fui não existia free walking tour.

Carina e eu no John Lenon wall após deixarmos nossa marquinha
Carina e eu no Lennon Wall após deixarmos nossa marquinha

O tour durou 2,5h e no final ele nos levou ao restaurante Kolkovna para almoçarmos. É uma rede com diversos restaurantes pela cidade. Muito bom! E para nossa surpresa, o garçom tcheco falava português, pois havia morado em São Paulo por 5 anos. Foi atendimento VIP. Provamos cerveja local, um shot a base de pera que parecia cachaça (Hruškovice) e pratos típicos, no meu caso, o Goulash com pão de dumpling (total €13, já com a cerveja e o shot).

Restaurante Kolkovna - um brinde para abrir o apetite
Restaurante Kolkovna – um brinde para abrir o apetite
Hruškovice - shot a base de pêra
Hruškovice – shot a base de pêra
O delicioso prato que escolhi: Goulash com pão de dumpling
O delicioso prato que escolhi: Goulash com pão de dumpling

Após o almoço fomos para o Castelo de Praga(5), onde visitamos também a Catedral(5) (entrada gratuita). Em seguida, descemos e fomos em direção ao centro, passando pela famosa Ponte Carlos (Karluv Most)(6), com suas lindas esculturas do século XVIII e uma maravilhosa vista do castelo.

Entrada para o castelo de Praga
Entrada para o castelo de Praga
Fachada principal da Catedral de Praga
Fachada principal da Catedral de Praga
Interior da Catedral de Praga
Interior da Catedral de Praga
Galera reunida com a Catedral ao fundo
Galera reunida com a Catedral ao fundo
Praga vista do alto do castelo
Praga vista do alto
Rio Vltava
Rio Vltava

Depois paramos para um chopp e voltamos para o Hostel, já que havíamos resolvido fazer o Pub Crawl (Prague pub Crawl – €20). Foram 3 bares, sendo que no primeiro tínhamos uma hora para beber de graça (cerveja, vodca e absinto). A última parada foi na famosa balada de 5 andares, a Karlovy Lazne(7), a qual me decepcionou bastante, pois achei muito bagunçada. Em cada andar é uma balada diferente, com estilos de música diversos. Mas como estávamos em uma galera grande, nos divertimos bastante!

Pausa para o chopp
Pausa para o chopp
Bebida de boas vindas na primeira parada do Pub Crawl: Absinto!
Bebida de boas vindas na primeira parada do Pub Crawl: Absinto!
Galera na Karlovy Lazne – boate de 5 andares. Com o nosso novo amigo, o inglês Alex Ayub

Após mais de 10 dias de viagem e de uma noite de balada, aproveitei o conforto do hostel e o fato de não precisar fazer os tradicionais passeios turísticos,  dormi até mais tarde! A tarde saímos em busca de um local para almoçar e escolhemos um que tinha cara de típico e preço bom. No caminho, passamos pela “Casa Dançante”(8), um prédio com uma arquitetura bem diferente! Em seguida, fomos ver o cuco do relógio astronômico(9), a Praça Principal da Cidade Velha(9) e retornamos ao bairro judeu(10), já que passamos por lá bem rapidamente durante o walking tour. O bairro é cheio de sinagogas e tem um famoso cemitério. O ingresso permite visitar uma das sinagogas e o cemitério. Mas não estávamos nesse clima, escolhemos esse dia para degustar a cerveja tcheca!

A "Casa Dançante"
A “Casa Dançante”
Aguardando o "cuco" no Relógio Astronômico
Aguardando o “cuco” no Relógio Astronômico
Praça principal da Cidade Velha
Praça principal da Cidade Velha

Pegamos o bonde e fomos para o Mosteiro Strahov(11) que, apesar de possuir uma biblioteca e uma galeria de arte, nos atraiu mesmo foi pela cerveja que é produzida lá! Monges com mãos de fadas! A cerveja mais recomendada é a St. Norbert. Provamos algumas!

Começando a degustar as cervejas dos Monges
Começando a degustar as cervejas dos Monges
Mais uma cerveja do monge: provando a St. Norbert
Mais uma cerveja do monge
Os tanques de produção de cerveja
Os tanques de produção de cerveja

Voltamos para a cidade velha, os meninos foram fazer um lanche e foram pro Hostel e Carina e eu fomos provar as comidinhas de rua de Praga: o Trdelnik (tem pela cidade toda), um doce local com uma massa semelhante à de pão, em tiras, cobertos com açúcar e canela e com recheios diversos, achamos pouco e escolhemos Nutela; e o queijo frito no pão nas barraquinhas da rua das lojas (Vaclavské Namesti)(12).

Trdelnik - delicioso doce de rua com diversas opções de recheio
Trdelnik – delicioso doce de rua com diversas opções de recheio
Queijo frito empanado no pão! Bem básico, mas típico da região.
Queijo frito empanado no pão! Bem básico, mas típico da região.
Barraquinhas de comida na rua Vaclavské Namesti
Barraquinhas de comida na rua Vaclavské Namesti

Resolvemos ficar à noite na baladinha do Hostel, La Loca(3) e quando ela fechou fomos para um barzinho lá perto onde provei a cerveja mais barata:28kn a pint (500ml), o equivalente a €1,1! E era gostosa!

Carina e eu na La Loca
Carina e eu na La Loca

Na manhã seguinte, me despedi dos meninos que seguiram para Budapeste, e Carina e eu ficamos. Fizemos nosso check out e fomos visitar os pontos que faltavam: a Igreja do Menininho de Praga (Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa)(13), a Igreja St. Nicholas (14), uma gigantesca igreja barroca (a entrada é paga). Fomos almoçar no Nase Maso(15), um açougue muito legal, com um ótimo clima e comida deliciosa. Segui passando pela República Namesti, uma área com uma imensa riquesa arquitetônica, com destaque para o prédio Art Nouveau, Casa Municipal(16), que sedia exposições e concertos. Depois continuamos pela Vaclavské Namesti, a rua das lojas, até chegar ao Museu Nacional de Praga (17).

Altar com o Menino Jesus de Praga
Altar com o Menino Jesus de Praga
Fachada do açougue e restaurante Naso Maso, com direito a banquinho na rua
Fachada do açougue e restaurante Naso Maso, com direito a banquinho na rua
Delicioso hambúguer do Naso Maso
Delicioso hambúguer do Naso Maso
É assim que se toma água e chopp no Naso Maso: direto da torneira!
É assim que se toma água e chopp no Naso Maso: direto da torneira!
Casa Municipal de Praga
Casa Municipal de Praga
Rua das lojas: Vaclavské Namesti
Rua das lojas: Vaclavské Namesti
Museu Nacional de Praga
Museu Nacional de Praga

Voltei para o Hostel, peguei minhas coisas e fui pegar meu ônibus (Student agency – €14) para Bratislava (17:00 – 21:15).

mapa Praga com marcações

SITES ÚTEIS:

http://www.prague.eu/en

http://www.prague.use-it.travel/

http://www.kolkovna.cz/en

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s