Parada não planejada em Bratislava – Eslováquia

Postal Bratislava frente Postal Bratislava verso

Oi, pessoal! Hoje meu post é sobre a Bratislava, capital da Eslováquia. O país entre 1918 e 1992 fazia parte da Checoslováquia, que, em 1993, com a redemocratização, deu origem a dois países independentes: República Checa e Eslováquia.

Meu plano inicial era ficar mais tempo em Praga e seguir para a Áustria, mas os depoimentos dos viajantes que fui conhecendo durante a viagem e a curiosidade de conhecer a outra parte da antiga Checoslováquia me fez resolver ir para Bratislava. Carina já conhecia a cidade e preferiu ir para Budapeste. Mauro já estava em Bratislava, porém em outro hostel, mas conseguimos nos encontrar.

A viagem de ônibus, saindo de Praga, durou 4:15 em um ônibus extremamente confortável da Student agency (€14) com serviço de bordo e tela de TV individual com séries e filmes bem atuais (mas muitos em Checo). Cheguei à estação de ônibus(1) e peguei o bonde para o Hostel blues(2), que era bem perto, mas, como estava a noite não quis ir caminhando. O custo benefício do hostel é bem legal (ver diária). Ele fica em um prédio de apartamentos, onde cada unidade habitacional tem 3 dormitórios. Os quartos são bem legais e amplos! No primeiro andar tem a recepção, cozinha coletiva e bar. Achei bem aconchegante. Não fica dentro do centrinho, mas fica a 5 minutos andando e ainda fica próximo de supermercados. Fiz o check In, me arrumei rápido e fui encontrar o Mauro na cidade velha para tomar uma cerveja. Começou a chover e voltei para o Hostel.

Na manhã seguinte, passei rapidinho no supermercado para tomar café da manhã e fui encontrar Mauro no ponto de encontro do free walking tour, a estátua de Hviedoslavo(3), poeta Slovako, em frente ao Hotel Carlton(4). A guia nos mostrou: o Teatro Nacional(5); algumas esculturas interessantes da cidade, como a do Homem Trabalhando(6) e a Escultura do Ignaz(7) que, de acordo com a guia é em homenagem a um mendigo que entregava flores a mulheres; a sede da Prefeitura(8); algumas igrejas, inclusive a Igreja Azul(9), que na verdade se chama Igreja de Santa Isabel; o Portal de Miguel(10), uma das principais entradas da antiga Cidade Murada.

Escultura mais fotografada da cidade: Homem Trabalhando
Escultura mais fotografada da cidade: Homem Trabalhando
Com os meninos junto à escultura do homem trabalhando
Com os meninos junto à escultura do homem trabalhando
Escultura do Ignaz, tirando o chapéu para as mulheres
Escultura do Ignaz, tirando o chapéu para as mulheres
Sede da Prefeitura
Sede da Prefeitura
Igreja Azul por fora
Igreja Azul por fora
Igreja Azul por dentro
Igreja Azul por dentro
Portal de Michel, uma das principais entradas da cidade medieval
Portal de Miguel, uma das principais entradas da cidade medieval

Ela ainda nos contou alguns costumes e curiosidades da cidade. Foram 2hs de passeio e deu par conhecer os principais pontos da cidade. Tivemos que desviar um pouco, pois estava tendo uma manifestação Pró vida, contra o aborto.

Manifestação pró-vida, contra o aborto
Manifestação pró-vida, contra o aborto

No tour conhecemos o Frank (norte americano) e o Rafael (português) e convidamos eles para almoçar conosco no Slovak Pub(11), um restaurante de comida típica que a guia indicou e que a Carina já havia falado que era bom. Os preços são ótimos e ainda tem desconto para estudantes (infelizmente não serviu para mim!). Pedi uma porção de dumplings recheados com queijo de ovelha com bacon frito no topo (bryndzove halusky – €3,90). O gosto tava bom, mas não comeria de novo. Porém, não poderia deixar de provar um dos pratos mais típicos do pais. Outro prato bem local é a sopa de alho com queijo dentro do pão (Cesnaková polievka kremova v bochniku posypana syrom- €3,50). Provei dos meninos e estava muito boa. Mauro também pediu uma linguiça de aperitivo e estava maravilhosa. O atendimento não é dos melhores e o lugar está sempre cheio, mas vale a pena. O restaurante fica em uma rua cheia de lojas, a rua Obchodna(12).

Slovak Pub - comida típica e com ótimo preço
Slovak Pub – comida típica e com ótimo preço
Bryndzove halusky - dumplings recheados com queijo de cabra
Bryndzove halusky – dumplings recheados com queijo de cabra

Depois fomos para o Castelo(13) que tem uma vista maravilhosa da cidade, principalmente do rio Danúbio, com a Áustria e a Hungria ao fundo.

Castelo
Castelo
Vista do rio Danúbio a partir do mirante do Castelo
Vista do rio Danúbio a partir do mirante do Castelo

Descemos e fomos para a Catedral St. Martin(14), passando pelo que restou da antiga muralha da cidade(15).

Bratislava vista do alto, destacando a Catedral
Bratislava vista do alto, destacando a Catedral
Muralha da antiga cidade medieval
Muralha da antiga cidade medieval

Voltamos a praça da Prefeitura(16) para fotografar a fonte e em seguida fomos para o Palácio do Presidente(17).

Fonte em frente à Prefeitura
Fonte em frente à Prefeitura
Palácio do Presidente
Palácio do Presidente

Me despedi dos meninos e fui para o Hostel. A noite fui jantar com o Mauro em outro restaurante indicado pela guia: Prasna Basta(18). Uma ótima pedida! Restaurante mega aconchegante, com comida deliciosa e cerveja da boa. O preço é um pouco maior, mas ainda barato e os pratos são mais sofisticados e existem outras opções de comida sem ser típicas. Tomei uma sopa de alho de entrada e uma panqueca de frango com sour cream, a qual estava divina e a a conta deu apenas €8,9 com uma cerveja Erdinger ainda!

Panqueca de frango com sour cream no restaurante Prasna Basta
Panqueca de frango com sour cream no restaurante Prasna Basta

Após o jantar me despedi do Mauro, pois não nos veríamos mais na Europa, já que, a partir de então, nossos destinos de viagem seriam distintos. Voltei para o hostel, pois no dia seguinte meu ônibus para Viena era bem cedo.

No meu último dia em Bratislava, acordei cedo, tomei café da manhã no supermercado e fui para a parada de ônibus que fica embaixo da ponte(19), perto da Catedral. Não precisa reservar com antecedência. É um ônibus executivo da empresa Blaguss e custa apenas €7,5. A duração da viagem é de apenas uma hora e tem ainda uma parada no aeroporto de Viena. Depois descobri que existe ainda a opção de ir para Viena de barco pelo Danúbio.
mapa-bratislava

SITES ÚTEIS:

Bratislava – The City where you find real life

http://www.virtualtourist.com/travel/Europe/Slovakia/Bratislava-686020/TravelGuide-Bratislava.html

http://www.slovakpub.sk/index.php/en/

http://www.blaguss.sk/pages/en/home.php

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s