Mochilando sem planos pela Croácia: começando por Split!

POSTAL SPLIT FRENTEPOSTAL SPLIT VERSO

Oi, pessoal,

Começando a fazer os posts “flash back” e, pensando naqueles que desejam fugir do inverno brasileiro e da agitação da Olímpiada do Rio, escolhi um maravilhoso destino para quem quer curtir o verão europeu com belas praias e com baladas: a Croácia. Fiz essa viagem em junho de 2012, com minha amiga Luiza Soares, passando 7 dias no país.

A Croácia, cuja capital é Zagreb, é um pequeno país da Comunidade Europeia banhado pelo Mar Adriático e que faz limite com: Eslovênia, Hungria, Sérvia, Bósnia e Hezergovina e Montenegro. Tem como seus principais atrativos a variedade cultural, a Arquitetura, a gastronomia e as belezas naturais. Os jovens são atraídos ainda pelas baladas, principalmente nas ilhas! O idioma oficial é o croata (as vezes, soa como português, mas não dá para entender nada) e a moeda local é a Kuna Croata.

Croácia vista do avião
Croácia vista do avião

Foi uma viagem bastante desejada, mas pouco planejada. Fomos com a cara e a coragem, apenas com a passagem de ida e a de volta e com a reserva apenas do primeiro albergue (hostel). Decidimos que, durante a viagem, dependendo do que encontrássemos, reservaríamos as outras acomodações e os transportes para os nossos destinos.

Encaramos o estilo mochileira e colocamos nossas mochilas nas costas, ficamos em hostels, onde cozinhamos nossa comida em cozinhas coletivas. Foi bem legal, pois conhecemos muitas pessoas legais que nos fizeram companhia e tornaram nossa trip mais animada! Um deles, foi o querido J.J., nosso novo amigo da África do Sul, que também estava viajando sem muitos planos. Nos conhecemos  no hostel de Split e ele acabou curtindo a companhia dessas duas brasileiras loucas!

O calor estava maior do que imaginávamos, apesar de que os locais disseram que o mês de julho seria mais quente ainda! Acho que escolhemos a época certa, pois também disseram que as cidades ficam lotadas em julho e tudo fica mais caro.

Nosso objetivo principal era relaxar, curtir as belas praias e aproveitar a vida noturna! Para isso, escolhemos três cidades: Split, Hvar e Dubrovnik! Nossa primeira parada foi Split…

Split, segunda cidade mais populosa da Croácia, fica na costa do Mar Adriático, no centro da Dalmácia, península de Split (Marjan). Surgiu há cerca de 17 séculos, quando o Imperador Romano Diocleciano decidiu construir o palácio onde passaria os seus últimos anos de vida. O Palácio Diocleciano que, desde 1979 é Patrimônio da Humanidade (UNESCO), ao longo dos tempos, foi se transformando em uma cidade e hoje ainda continua bastante preservado. A cidade também é reconhecida pela gastronomia e pelos vinhos, além dos eventos culturais (festivais, exposições e concertos). Também possui belezas naturais, principalmente as praias de pedra com águas límpidas, como a Bačvice, ao redor do Parque Florestal Marjan.

Cheguei antes da Lú, pois eu estava viajando pela Alemanha. Voei de Munique para Split com a Lufthansa. Do aeroporto de Split, peguei um ônibus para o centro e caminhei até a nossa acomodação: Diocletian’s Palace Guesthouse. A diária no dormitório custou 109 Kunas, aproximadamente €16. O albergue era bem legal, mas o defeito era a falta de ar condicionado, item fundamental no verão croata! Sua localização era maravilhosa, dentro das muralhas do Palácio Diocleciano! Lá conheci uma galera muito legal e animada!

Palácio Diocleciano de Split visto do alto
Palácio Diocleciano de Split visto do alto

Passei três dias na cidade, período que considero suficiente. Deu para aproveitar bastante, tanto o dia, como a noite. Segue um breve relato das minhas experiências:

PRAIAS

  • Caminhada pelas praias urbanas – escolhi uma manhã para caminhar pelas praias do lado Leste da cidade, depois do cais: Bačvice, Firule e Zenta. Escolhi a praia de Firule para parar para o bronze, por considerá-la a mais bonita e por ser de pedra, já que as outras eram de areia escura ou sem nada, restando às pessoas, deitar nas calçadas.
Bacvice - praia de calçada em Split!
Bacvice – praia de calçada em Split!
Firule - praia de pedras em Split
Firule – praia de pedras em Split
  • Passeio de bike – alugamos no hostel uma bike (4 horas por 50 kunas= €7,3) e pedalamos pelas praias do lado Oeste da cidade, sendo que a maior parte da pedalada foi pelo Parque Florestal Marjan. A primeira parada foi na praia Kasjuni, a volta foi uma luta, devido a uma mega ladeira! Continuamos até a praia Bene, não muito legal, pois não tinha areia e nem pedra, apenas uma calçada. Paramos para banho em seguida em uma praia ao lado de uma das marinas e encerramos o passeio com uma pedalada pelo calçadão do Centro Antigo (Riva).
Nossas bikes para dar uma volta por Split
Nossas bikes para dar uma volta por Split
Kasuni - linda praia de Split, mas com uma íngrime ladeira de acesso!
Kasjuni – linda praia de Split, mas com uma íngrime ladeira de acesso!
Bene - mais uma praia de calçada
Bene – mais uma praia de calçada
Pit stop para o banho em uma praia junto a uma das marinas
Pit stop para o banho em uma praia junto a uma das marinas
Riva – o calçadão de Split
  • Fim de tarde na praia de Firule – foi minha praia urbana favorita. Muito legal para relaxar no finalzinho do dia.
    Nosso trio curtindo o fim de tarde em Firule
    Nosso trio curtindo o fim de tarde em Firule

CURTIÇÃO

  • Pub Crawl – quando entrei no meu quarto do hostel, encontrei uma galera super animada que me convidou para um Pub Crawl(120Kuna = €16), um esquema de ir em grupo para alguns bares com algumas bebidas grátis e, ao final, a galera fica em uma balada. Em Split tem alguns grupos que organizam, escolhemos o Tower Pub Crawl (os guarda chuvas verdes). O ponto de encontro foi o Peristil, praça rodeada por colunas em frente à Catedral St. Duje, próximo à torre mais alta do Centro Antigo. Lá também é o ponto de encontro de outros grupos e de outros passeios também. A primeira parada foi em um bar pequeno e vazio, onde assistimos ao jogo Holanda x Portugal, com bebida a vontade durante a partida. A segunda parada foi no Charlie’s Backpacker Bar, que também estava vazio. Resolvemos, então, voltar para o hostel e retornamos para o grupo para a balada final, no Caffe-Club Bačvice, à beira mar, que também estava fraca! Mas a turma era boa e nos divertimos bastante!
Galerado hostel no Pub Crawl
Galera do hostel no Pub Crawl
  • Croácia x Espanha na Eurocopa – já caracterizados com a camisa da seleção croata, fomos assistir ao jogo em um bar em umas das praças da cidade murada. Eles são loucos por futebol, fiquei impressionada! Infelizmente, a Croácia perdeu. Depois do jogo demos uma volta pelo palácio. Paramos no Charlie’s Backpacker Bar e, depois, voltamos ao Caffe-Club Bačvice, mas  estava bem fraco.
Carro com torcedores da Croácia
Carro com torcedores da Croácia
Nosso irmão adotivo e eu torcendo pela Croácia
Nosso irmão adotivo e eu torcendo pela Croácia
  • Esquente e Summer Party – compramos uns comes e bebes no supermercado e ficamos em frente ao hostel conversando e vendo o movimento. Outros hóspedes do hostel acabaram aderindo! Depois saímos em busca de badalação. Paramos no “Gaga” caffe bar, no centrinho do Palácio, com umas mesinhas do lado de fora, e lá encontramos uma galera que estava no pub crawl. Eles nos convidaram para uma balada chamada inBOX, perto do Porto. Passamos por lá, mas não curtimos o movimento e fomos para uma festa perto do calçadão (Riva): Summer Party. Não estava muito cheia, mas a música estava boa. De lá fomos para um barzinho bem legal no Centro Histórico, onde conhecemos uma galera nativa.
Esquente em frente ao hostel
Esquente em frente ao hostel
Summer party
Summer party

RESTAURANTES

  • Restaurante Fife – com comidas típicas e ótimos preços. Lú, J.J. e eu comemos um Paštikada, carne de porco com um molho tipo madeira, acompanhado por nhoque de batata (55kunas= 8€). Muito bem servido!
Almoço no restaurante Fife
Almoço no restaurante Fife
  • Toc (Black Cat Bistrô) – no caminho para a praia de Firule. Lá comemos um risoto de frutos do mar muito bem servido com camarão e bastante mexilhões (60Kunas=€8.75).
Almoço no Black Cat Bistro na praia de Firule
Almoço no Black Cat Bistrô na praia de Firule

Split tem uma posição bem estratégica! No cais, bem perto do Centro Antigo, pegamos um ferry boat para Hvar (47 kunas= €6.85) e a viagem foi bem rápida, cerca de uma hora. Alguns dias depois, retornamos a Split para pegar o ônibus para Dubrovnik.

Deu para aproveitar bem, só não conseguimos fazer os passeios turísticos (free walking tours) para conhecer melhor a história e as atrações do Palácio Diocleciano.

Aguardem que os próximos posts serão sobre Hvar e Dubrovnik!

Sites úteis:

http://www.visitcroatia.com

http://www.visitsplit.com

http://www.towerpubcrawls.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s