“Orgia” gastronômica em San Sebastian – Espanha

postal-san-sebastian-frente postal-san-sebastian-verso

Olá, pessoal!

O meu último destino da viagem à Espanha em 2014 foi San Sebastián, que fica no país Basco, bem próximo da divisa com a França, e banhado pelo Golfo da Biscaia. Apesar da maior cidade ser Bilbao, famosa pelo Museu Guggenheim, um dos cinco da Fundação Solomon R. Guggenheim no mundo, a que me chamou mais a atenção foi San Sebastián (no idioma basco se chama Donostia), por suas praias e por sua culinária!

Não foi nada muito planejado, já que, antes de chegar a Gijón, nunca havia ouvido falar de San Sebastián. Mas todos me falaram muito bem dela, então resolvi comprar a passagem e ir para lá. Inclusive, tenho uma boa dica: se possível, comprar as passagens na rodoviária ou nos escritórios da empresa de ônibus, pois, pela internet, eles cobram uma taxa extra para estrangeiros. O ônibus foi um pinga pinga: parou em Oviedo, Santander, Bilbao e em outros povoados. Após 9hs de estrada, cheguei a San Sebastián, que não tem rodoviária, apenas uma parada na rua. Fiquei hospedada no Hostel Lera Surf Backpackers, que fica na parte Antiga da cidade, muito bem localizado, tudo bem limpo e confortável, mas não recomendo para quem viaja com muita bagagem, pois não tem elevador! Ele é muito bem frequentado! Conheci uma galera bem legal do mundo todo!

Conheci todos os pontos turísticos caminhando com um mapa debaixo do braço. Só usei o ônibus na hora de ir embora, para chegar mais rápido à “rodoviária” (parada de rua), onde peguei o ônibus (Alsa) de volta para Madrid. É muito tranquilo de pegar o ônibus para se deslocar pela cidade, mas acho bem mais legal caminhar!

Ao contrário dos outros posts, nos quais eu começo sempre com os pontos turísticos das cidades visitadas, neste eu não tinha como não dar um maior destaque aos pintxos, comidas em pequenas porções, principal atração de San Sebastián. A cidade é repleta de bares de pintxos, existindo vários tours gastronômicos, com guias especializados nessas comidinhas!

PINTXOS BAR

A escolha dos bares era baseada nas indicações dos nativos e do Trip Advisor, e meus companheiros eram os novos amigos do hostel!

Companheiros de orgia gastronômica
Companheiros de orgia gastronômica
  • Casa Urola muito bem recomendado pelo Trip advisor! Um restaurante bem aconchegante, onde eu comi um pintxo de bacalhau delicioso, regado a uma cervejinha!
Pintxo Bar Casa Urola
Pintxo Bar Casa Urola
Pintxo de bacalhau na Casa Urola
Pintxo de bacalhau na Casa Urola
  • Beti-Jai Berriafoi um dos meus pintxo bar favoritos! O restaurante é todo branco e tem um atendimento muito bom. O que mais me agradou foi a enorme variedade de pintxos no balcão, não sabia o que escolher! Queria provar todos! Os que eu provei estavam deliciosos!
Pintxo Bar Beti Tai
Pintxo Bar Beti-Jai
Pintxos frios no Beti Tai
Pintxos frios no Beti-Jai
  • Bar La Cepa -ficava em frente ao hostel onde eu estava hospedada. Os pintxos frios ficavam expostos no balcão do bar e custavam em torno de 2 a 4 euros. Provei alguns tomando uma caña (chop), pois pintxos com cañas em San Sebastián é como feijão com arroz no Brasil! hehehe
Pintxos e Caña no La cepa
Pintxos e Caña no La cepa
  • Borda Berri – foi o meu favorito! Apesar da ideia inicial ter sido comer um pintxo em cada bar, não me contentei com um só: comi um risoto de queijo, bochecha de vaca (uma delícia) e queijo de cabra grelhada com molho de seriguela. Cada um por 3 euros! Todos uma delícia! Foi nesse lugar que algo inusitado me aconteceu. Eu estava fazendo meu pedido, quando uma moça me abordou dizendo que havia trabalhado comigo em um restaurante em Londres. Não era que era mesmo. Era a Eli, a espanhola doidinha do Graze. O mundo é um ovo! Ela é de San Sebastián e estava de volta a terra dela, trabalhando como Guia de Comidas.
Risoto de queijo do Borda Berri
Risoto de queijo do Borda Berri
Bochecha de vaca do Borda Berri
Bochecha de vaca do Borda Berri
Cabra grelhada com molho de siriguela no Borda Berri
Cabra grelhada com molho de siriguela no Borda Berri
Reencontrando a Eli
Reencontrando a Eli
  • La Cuchara de San Telmo – esse estava lotado e é bem apertadinho! Foi um sufoco para fazer o pedido, mas conseguimos, e ainda demos sorte de conseguir uma mesa. Comi um foie gras (fígado de ganso). Apesar de não gostar de fígado, tava muito bom!
Foie Gras do La Cuchara
Foie Gras do La Cuchara

PONTOS TURÍSTICOS

Mas San Sebastián não é só pintxos! Tem edifícios que são belíssimos exemplares de arquitetura (principalmente na parte antiga), belas praias, um centro bem organizado e com lojas famosas, dentre outros atrativos turísticos! Não deu para conhecer tudo e nem para aproveitar a praia, já que estava bem frio, mas consegui aproveitar bastante e deu para imaginar como a cidade deve ficar agitada no verão!

  • Playa La Zurriola – Como o tempo estava um pouco melhor, resolvi colocar os pés na água, que estava a 14 graus! Tive muita vontade de dar um mergulho, mas sem sol não tinha condição. Fui procurar informações sobre o aluguel de sup, mas, além de não ter nenhum para alugar, não tinha ninguém no mar praticando o sup.
Playa La Zurriola
Playa La Zurriola
Temperatura da água
Temperatura da água
  • Playa La Concha – fica perto da parte antiga da cidade, na Baía das Conchas. É super badalada no verão, sendo uma das praias mais famosas do país! Tem areia fina e água clara. No verão, possui estrutura de banheiros, chuveiros, tendas e cadeiras de praia para os banhistas.
Playa La Concha
Playa La Concha
Playa La Concha com o Monte Igueldo ao fundo
Playa La Concha com o Monte Igueldo ao fundo
  • Parte Velha de San Sebastian – uma área linda da cidade, repleta de edifícios belíssimos: a Prefeitura, emoldurada pelos Jardins de Alderdi Eder, que fica a sua frente; a Catedral; a Igreja de Santa Maria; e a Ponte de Santa Catalina, que passa por cima do rio Urumea.
Ayuntamento de San Sebastian
Ayuntamento de San Sebastian
Jardins de Alderdi Eder
Jardins de Alderdi Eder
Catedral
Catedral
Igreja de Santa Maria
Igreja de Santa Maria
Ponte de Santa Catalina
Ponte de Santa Catalina
  • Monte Igueldo – fui de funicular/ teleférico (3,10 euros ida e volta) até o topo do monte, onde tem um parque de diversão, um hotel e um restaurante. Porém,estava tudo fechado. Mas a vista a partir do mirante do topo é maravilhosa e vale muito a pena. Do outro lado da cidade, na Parte Velha, tem outro monte, o Urgull, onde fica o castelo da Mota, mas não deu tempo de ir lá.
Teleférico Monte Igueldo
Teleférico Monte Igueldo
Complexo do Monte Igueldo
Complexo do Monte Igueldo
Mirante do Monte Igueldo
Mirante do Monte Igueldo
Vista do Monte Igueldo
Vista do Monte Igueldo

Bom pessoal, os relatos da viagem da Espanha em 2014 acabam por aqui, mas ainda irei colocar posts de outras cidades espanholas depois, já que já dei um rolé bom por esse país que adoro!

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s