Vale a pena fazer stopover em Toronto?

Olá, pessoa!

Agora em maio (2018), fiz uma viagem bem legal por alguns países da Ásia com a minha mãe e, para não ficarmos muito cansadas com a longa viagem, resolvemos fazer, tanto na ida como na volta, um stopover em Toronto no Canadá. Adorei, pois ainda não conhecia o país! Confesso que fiquei adiando minha visita ao Canadá devido à exigência de visto. Porém, com as alterações recentes na emissão de visto para brasileiros, fiquei mais animada (ver detalhes no post com as informações gerais).

Ah! O que é stopover? Alumas companhias aéreas oferecem esse serviço que consiste em uma parada mais prolongada (normalmente, até 30 dias) em um país antes de seu destino final. Vi que a Air Canada era uma dessas empresas e resolvi aproveitar! Fiz a busca de passagem colocando o meu destino final, Tóquio (Japão), e verifiquei que ele fazia conexão em Toronto (Canadá). Em seguida, refiz a busca usando a opção “mútliplo destino” e coloquei os trechos: São Paulo (Guarulhos) – Toronto e Toronto – Tóquio, mas em datas distintas. Verifiquei que o valor ficou quase o mesmo e comprei. Lembrando que não pode fazer isso depois de comprar o voo direto para o destino final! Uma sugestão é consultar a companhia aérea antes para saber se eles permitem o stopover e se cobram por isso. No meu caso, deu certo! Fiz esse procedimento pelo site do skyscanner e ainda coloquei um trecho adicional na ida entre Toronto e Tóquio: Hong Kong. O preço ainda saiu mais em conta do que se fosse comprar separado!

No total, foram quase quatro dias, parece pouco, mas conseguimos fazer bastante coisa. Inclusive, um bate e volta para as Cataratas do Niágara. Fizemos tanta coisa, que precisei dividir em 3 posts: esse com os lugares visitados; outro com informações gerais sobre Toronto, incluindo o visto canadense; e um terceiro sobre as Cataratas do Niágara.

Toronto é a maior cidade do Canadá, mas a capital do país é Otawa. O idioma predominante é o inglês e a moeda local é o Dólar Canadense ou Canadiano (CAD), cuja cotação, na época, variava entre 1,10 e 1,25 para cada Dólar Americano. Ela é banhada pelo Lago Ontário e sua arquitetura é um mix harmônico do novo (edifícios envidraçados) e do velho (construções com traços da antiga ocupação inglesa).

30 - Avenida centro Toronto
A belíssima arquitetura de Toronto

Uma boa dica para quem fará apenas um pernoite na cidade, como foi o nosso caso na ida, é deixar as malas no aeroporto e ficar apenas com o essencial para um dia na bagagem de mão. O valor para 24 horas de depósito é 10CAD e, passando disso, até 48h eles cobram mais 7.5CAD.

1-guarda volumes aeroporto-01.jpeg
Guarda volumes do aeroporto

Sem dúvida, a melhor forma de ir do aeroporto para o centro da cidade é o trem UP Express (12.35CAD) que leva até a Union Station. A viagem dura pouco menos de 25 minutos, com apenas três paradas e muito conforto, incluindo wifi! O bilhete compra na máquina e maiores de 65 anos pagam apenas 6.20CAD. Eles conferem o bilhete de um por um dentro do trem.

2-UP Express.jpg
Trem do UP Express do Aeroporto Pearson para a Union Station

Para quem está disposto a andar e tem pouco tempo na cidade, recomendo fazer o Toronto Free Walking Tour, como fizemos. Ele é organizado por um inglês, o Adam, que também é o guia. Entrei em contato com ele antes para reservar a vaga e fui para o lugar marcado no horário combinado. O contato, assim como o local e o horário estão disponíveis no site . Para quem nunca fez esse tipo de passeio, é um tour gratuito feito a pé, com duração média de duas horas. O guia vai falando sobre a história dos principais lugares, sobre a arquitetura e algumas curiosidades dos lugares. Ao final, cada pessoa dá uma gorjeta ao guia, se considerar que ele mereça. E foi assim que visitamos os principais pontos da “Toronto Antiga”, incluindo o local de origem de York (nome sob o qual foi fundada Toronto). Achamos legal, mas a caminhada é relativamente longa!

Os locais visitados foram os seguintes:

  • BERCZY PARK – onde fica a Fonte dos Cachorros, ponto de encontro do passeio. Ele fica logo atrás do prédio mais fotografado da cidade: o Flatiron, que era sede de uma das empresas da família Gooderham, a mais rica da cidade há cerca de dois séculos. Hoje sedia uma empresa que não é da família. No térreo tem um pub apertadinho. Seu formato diferenciado e o painel (cria uma ilusão de ótica) afixado em sua fachada posterior chamam bastante atenção.
5-BERCZY PARK
Fonte dos cachorros em Berczy Park
7-Flatiron.jpeg
O famoso prédio Flatiron
6- Painel Flatiron-01.jpeg
Painel afixado na fachada posterior do edifício Flatiron, criando uma ilusão de ótica
  • ST. JAMES CATHEDRAL – é uma imponente catedral anglicana construída em estilo gótico. Não é a original, pois esta foi destruída há mais de um século. Segundo o guia, ela sedia cerimônias de religiões diversas. Em seu interior pode-se apreciar os belos vitrais. A entrada é gratuita.
12- Catedral St James por fora.jpeg
Catedral St. James
13-Vitrais St. James-01.jpeg
Vitrais da Catedral St. James
14- Catedral St James por dentro-01.jpeg
Interior da Catedral St James
  • ST. JAMES PARK fica ao lado da catedral. Já foi um cemitério, mas hoje é um parque que, no verão, recebe espetáculos de música e de cinema.
15- St James Park
Parque St James
  • ST. LAWRENCE HALL – prédio originalmente construído ao final do século XIX e que foi restaurado na década de 1960. Suas belas salas sediam casamentos, conferências e espetáculos artísticos. Não entramos, mas, só pela fachada já dá para ter ideia da sua beleza interior.
16- ST. LAWRENCE HALL-01.jpeg
St Lawrence Hall
  • RUAS DA CIDADE ANTIGA DE YORK – passeamos pelas ruas da parte da cidade que originou Toronto. Na época, era conhecida como York. É fácil saber, pois nas plaquinhas das ruas tem a indicação da região em que você se encontra. Fica bem ao lado do centro da Cidade.

17-ORIGINAL OLD TOWN OF YORK

  • PRIMEIRO POSTO DOS CORREIOS DE TORONTO – ainda funciona como Correios (bem pequeno), mas tem um mini museu contando a história da fundação de Toronto, possuindo, inclusive, uma maquete mostrando como foi a ocupação inicial.
16- PRIMEIRO CORREIO.jpg
Primeiro Posto dos Correios de Toronto
  • DISTILLERY DISTRICTé uma região onde funcionava distilaria Gooderham and Worts (daquela mesma família do edifício Flatiron), que chegou a ser a maior do mundo no século XIX. Ela deixou de operar na década de 1980 e seus prédios ficaram abandonados até o início dos anos 2000, quando foram restaurados e deram lugar a restaurantes diversos (francê, mexicano…), lojinhas e à cervejaria Mill Street Pub. É um lugar bem agradável para passear e não passam carros. Infelizmente, não tive o prazer de visitar pela noite e nem de experimentar os restaurantes. Quem sabe na próxima?!
19 - Destilaria Gooderman.jpeg
Distillery District
22- Destilaria antiga.jpeg
Antiga destilaria
21- DISTILLERY DISTRICT_beco de restaurantes.jpg
Beco com restaurantes em Distillery District
  • ST. LAWRENCE MARKET – esse mercado público, com produtos alimentícios e artesanatos, funcionava originalmente em vários prédios, mas hoje só restou esse. Aos fins de semana, tem a feira tradicional, com frutas, verduras e demais produtos fresquinhos, mas que, por enquanto funciona em um prédio provisório ao sul do principal. Mas já está sendo construído um edifício novo para abrigar essa “Farmer’s Market”. Vale a pena fazer um lanchinho lá pela manhã. Provamos o sanduíche do famoso Carousel Bakery! Foi o ponto final do free walking tour. A partir daí, seguimos de forma independente!
8-StLawrence Market.jpeg
St. Lawrence Market
9-St Lawrence Market por dentro
St Lawrence Market por dentro
56- Mercado provisório
Prédio provisório do Mercado St. Lawrence
10 -Carousel Baker
O famoso Carousel Bakery
11- Sanduiche no mercado
Provando o sanduba do Carousel Bakery

Já na parte, digamos, mais nova da cidade, visitamos as seguintes atrações:

  • Roy Thompson Hall – local de eventos, como shows e concertos, que fica na principal área de teatros da cidade, conhecida como a “Broadway “do Canadá. Lá tem a calçada da fama.
    29 - Roy Thompson Hall.jpeg
    Roy Thompson Hall
    28 - Calçada da fama.jpeg
    Calçada da fama

     

  • OLD CITY HALL – é a antiga sede da Prefeitura de Toronto, construída no final do século XIX. Em 1965 a administração da cidade foi transferida para o novo prédio. Hoje nesse belíssimo prédio com sua torre de relógio funciona o fórum da cidade. Foi o prédio mais lindo que vi na cidade!

    55- Prédio histórico da prefeitura de Toronto-2.jpeg
    Antiga Prefeitura

     

  • TORONTO CITY HALL – é a nova sede da Prefeitura de Toronto. São dois edifícios modernos com uma ampla área livre em sua frente, o Nathan Phillips Square, praça central da cidade, onde foi colocado o letreiro de Toronto, que atrai os turistas em busca da melhor foto! No final do ano, recebe uma árvore de natal e uma pista de patinação no gelo.

    31- Prefeitura de Toronto.jpeg
    Nova Prefeitura de Toronto
  • BROOKFIELD PLACE – fica perto da Union Station. Fiquei curiosa para entrar, pois li que seu interior é belíssimo. Fiquei apaixonada pela coberta metálica desse shopping center!
    4-Brookfield Place-01.jpeg
    Brookfield Place

     

  • EATON CENTRE – é o shopping mais famoso de Toronto. Fica em frente à agitada Dundas Square! Para quem gosta de pechincha, tem a Uniqlo, multinacional japonesa, com roupas com preços mais em conta. Mais tem outras marcas, digamos, mais chiques: Armani, Guess… Possui ainda uma passarela que conecta à loja departamento mais famosa da cidade, a Hudson’s Bay, que é gigante e onde você encontra produtos de marcas como a Polo Ralph Loren, Tommy Hilfiger, entre outras.
    32- Eaton Centre-01.jpeg
    Shopping Eaton Centre
    53- Hudson Bay-01.jpeg
    Loja de Departamento Hudson’s Bay

     

  • DUNDAS SQUARE – é uma badalada praça rodeada por prédios com painéis de propaganda luminosos e telões, lembrando a novaiorquina Time Square e Picadilly em LondresEm uma das ocasiões que passamos por lá, estava acontecendo um festival de música e a praça estava repleta de barracas de comidas e bebidas.

37 - Fetsival de musica Dundas Square-01.jpeg
Festival de música em Dundas Square
33-Dundas Square.jpg
Dundas Square à noite
  • CN TOWERé a atração mais conhecida da cidade. É uma torre de comunicação, que recebe turistas para admirar a cidade do alto. Ela também possui um restaurante com uma vista 360º da cidade. Optamos por admirá-la de baixo mesmo e não subimos. Em seu entorno tem o Aquário (Ripley’s Aquarium of Canada) e o Rogers Centre (estádio de baseball).
24- CN Tower.jpeg
CN Tower
25-Rogers Centre.jpg
Estádio Roger Centre
27- Hot dog na base da Torre.jpeg
Devorando um hot dog embaixo da CN Tower
  • Harbourfront em nosso último dia no Canadá, fomos presenteadas com um lindo dia de Sol, proporcionando aquele clima de verão em plena primavera. É um calçadão bem agradável. Tem o Harbourfront Centre, com diversas atividades, além de bares e restaurantes e um laguinho na frente com pedalinhos.  Li, que tem até uma prainha de areia com guarda sois amarelos, a HTO Park, mas não fomos até lá.
49- Waterfront-01.jpeg
Passeio pela orla do Lago Ontário
48- Canada Square-01.jpeg
Canada Square
51 - Harbourfront centre-01.jpeg
Harbourfront Centre

Ali na orla, tem a estação da balsa para Toronto Island (Ilha de Toronto), além de táxis aquáticos que fazem a travessia. Há a opção de passear pelo lago Ontario com a Mariposa Cruise, que custa 24.95CAD, mais a taxa de 13%. Ficamos no continente mesmo admirando a ilha do outro lado.

52 - Barco para as ilhas-01.jpeg
Barco do Mariposa Cruise para dar a volta nas ilhas de Toronto
53 - Taxi boat.jpg
Táxi aquático

Bom, como viram, vale sim a pena um stopover em Toronto, mesmo que bem rápido. Conseguimos passear bastante! E olhe que ainda sobrou tempo para fazer um bate e volta para as Cataratas do Niagara. Mas isso contarei depois! Ah! Como tirei o visto? Onde me hospedei? Onde comi? Como me desloquei? Leia no post com as informações gerais!

LEIA MAIS:

Um bate e volta para as cataratas do Niagara no Canadá

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s